Carf consolida posição que reconhece receita decorrente de decisões judiciais


Há muito o antigo provérbio ensina que “não há mal sempre dure, nem bem que nunca acabe”, e na coluna de hoje trataremos justamente do contribuinte que, em seu momento de júbilo após ver reconhecido um crédito tributário contra o Estado, em processo judicial, passa logo à dúvida e aflição sobre o momento em que deverá pagar o Imposto de Renda (IRPJ) e a Contribuição Social sobre o Lucro (CSLL)…
X
- Insira Sua Localização -
- or -

Compartilhe

Pular para a barra de ferramentas