Deputado estadual do MT pode ser cassado por fraudar ICMS

06/11/2001 (23 anos atrás)

CUIABÁ – A Assembléia Legislativa de Mato Grosso poderá cassar o mandato do deputado Amador Tut (PL), um dos membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Combustíveis, instalada para apurar a atuação da máfia da distribuição e venda do produto no estado. Tut é acusado de envolvimento nas fraudes que causaram aos cofres públicos um prejuízo de aproximadamente R$ 40 milhões na sonegação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias…

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA MEMBRO

Para acessar o conteúdo gratuito, receber atualizações, e montar seu perfil profissional, crie sua conta gratuita.

Por favor, digite um email válido.


Enviando…



Já é membro?

Poderes se revezam para boicotar a desoneração da folha
Kiyoshi Harada
16 horas atrás
Regime Especial e-commerce Minas Gerais – Inaplicabilidade do crédito presumido ICMS
Isaias Jonas de Andrade
16 horas atrás
Subvenções: nada se recebe, mas ainda assim se paga
Daniella Bitencourt
2 dias atrás
As compras internacionais e o Imposto Seletivo na reforma tributária
Jhonas Henrique Freitas Lara
2 dias atrás
Quais os serviços prestados pelo MEI não se sujeitam à incidência dos 20% de CPP para a empresa tomadora?
José Homero Adabo
5 dias atrás

Mais populares

Quando o judiciário se alia às políticas governistas
Robson Neves
2 semanas atrás
Benefícios fiscais de ICMS que não foram prorrogados em São Paulo
Neide Aparecida Rosati
7 dias atrás
PIS e COFINS – Conceitos para tomada de créditos de bens do ativo imobilizado
Marco Antonio Espada
2 semanas atrás
Impactos da regulamentação da reforma tributária – Aspectos gerais
Jhonas Henrique Freitas Lara
2 semanas atrás
Alguns dilemas que cercam a compensação de benefícios fiscais do ICMS com a entrada da Reforma Tributária
Jefferson Souza
2 semanas atrás