EMENTA. PROCESSUAL CIVIL E TRIBUTÁRIO – MEDIDA CAUTELAR – LIMINAR – INDEFERIMENTO – COMPENSAÇÃO DE CRÉDITOS – PIS E COFINS – PRECEDENTES STJ.- Na compensação tributária inexiste ameaça a lesão irreversível contra quem a requer, por isso que, se não efetuada a compensação, de imediato, esta poderá ser requerida via restituição de indébito. – É incabível pleitear na liminar, em cautelar inominada, a compensação de créditos tributários, face o perfil processual do provimento cautelar. – Recurso conhecido e provido.

08/03/1999 (25 anos atrás)

RESP 178894/CE ; RECURSO ESPECIAL (1998/0045117-0) – Fonte DJ DATA:08/03/1999 PG:00201
– Relator(a) Min. PEÇANHA MARTINS (1094) – Data da Decisão 15/10/1998 – Orgão Julgador T2 – SEGUNDA TURMA

Decisão Por unanimidade, conhecer do recurso e lhe dar provimento.

Indexação DESCABIMENTO, LIMINAR, MEDIDA CAUTELAR INOMINADA, COMPENSAÇÃO
DE CREDITO TRIBUTARIO, PIS, VALOR, COFINS, INEXISTENCIA, RISCO, DANO
IRREPARAVEL, ADMISSIBILIDADE, REPETIÇÃO DO INDEBITO.

Veja ROMS 4035-DF, ROMS 6366-DF (STJ)
Fonte: STJ

Como melhorar o desempenho do poder judiciário
Kiyoshi Harada
19 horas atrás
Princípio da simplicidade na reforma tributária
Roberto Rodrigues de Morais
19 horas atrás
ICMS – Direito aos créditos de uso e consumo – falácia republicana
Robson Neves
2 dias atrás
PIS/COFINS – Produtos monofásicos podem gerar compensação ou restituição para empresas do Simples Nacional
Marco Antonio Espada
2 dias atrás
Acréscimo patrimonial – Produtor rural pessoa física – Apuração anual
Juarez Arnaldo Fernandes
1 mês atrás

Mais populares

Reforma tributária – Tributação do IBS e CBS no mecanismo split payment
Thiago Santana Lira
2 semanas atrás
Reforma Tributária – PLP 68/24 que regulamenta os tributos sobre consumo foi aprovado pela Câmara dos Deputados
Marco Antonio Espada
1 semana atrás
Contribuintes que possuíam decisões judiciais desfavoráveis podem, mesmo assim, beneficiar-se da exclusão do ICMS da base do PIS e da COFINS
Jefferson Souza
6 dias atrás
ICMS SP – DIFAL referente ao ativo imobilizado pode ser considerado para efeito de crédito, mesmo que extemporaneamente
Marco Antonio Espada
2 semanas atrás
ICMS – Direito aos créditos de uso e consumo – falácia republicana
Robson Neves
2 dias atrás