Nova cobrança da CPMF dobrou em apenas um dia

16/09/2015 (9 anos atrás)

A alíquota da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras) pode ser quase o dobro do anunciado pelo governo anteontem. Para conseguir que governadores apoiem a medida e pressionem as bancadas dos Estados, a presidente Dilma Rousseff teria sugerido que o imposto do cheque seja de 0,38%, dos quais 0,18% seriam repassados a Estados e municípios. Com a cobrança maior, ao pagar um aluguel de R$ 2.000, por exemplo, um trabalhador…

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA MEMBRO

Para acessar o conteúdo gratuito, receber atualizações, e montar seu perfil profissional, crie sua conta gratuita.

Por favor, digite um email válido.


Enviando…



Já é membro?

Da validade da nova CPMF
André Rodrigues P. da Silva
9 anos atrás
Desoneração da folha não existe: apenas mudança do sistema de tributação
Roberto Rodrigues de Morais
11 anos atrás
O fim da CPMF e a desmedida ação normativa do executivo na busca da compensação fiscal
Rita de Cássia Andrade
15 anos atrás
O novo IOF – Novas incidências em substituição da CPMF
Wilson de Faria
16 anos atrás
CPMF, um imposto permanente com roupagem de contribuição
Kiyoshi Harada
17 anos atrás

Mais populares

JCP distribuído desproporcionalmente: posições divergentes entre a RFB e o Judiciário
José Homero Adabo
5 dias atrás
Compensações – Simples Nacional
Robson Neves
2 semanas atrás
ICMS ST – Antecipação do imposto pode ser minimizado pelo sujeito passivo se planejado adequadamente
Marco Antonio Espada
2 semanas atrás
Reforma Tributária e Tributos – Notícias da primeira quinzena referente ao mes de abril/2024
Marco Antonio Espada
5 dias atrás
Entender fazendário sobre a elegibilidade ao Simples Nacional após cisão de sociedade de advogados
Jefferson Souza
2 semanas atrás