Opinião: ITCD sobre VGBL: pagar ou não pagar?


Em razão do compartilhamento das informações constantes das declarações de espólio entre a Receita Federal e as Receitas estaduais, os Estados vêm tendo maior acesso aos dados financeiros dos falecidos. Assim, em caso de morte, os Fiscos estaduais vêm autuando os beneficiários de aportes feitos em planos do tipo VGBL (Vida Gerador de Benefícios Livres) para fins de cobrança do imposto sobre herança (ITCD). De acordo com os Fiscos estaduais,…
X
- Insira Sua Localização -
- or -
Compartilhe
Pular para a barra de ferramentas