Para o Carf, após início da ação, método de apuração do preço de transferência usado deve ser o do Fisco


Uma decisão da 2ª Turma Ordinária da 4ª Câmara da 1ª Seção de julgamento do Carf manteve entendimento de que, para fins de apuração do preço de transferência, em caso de pedido de alteração do método após início da ação fiscal, a escolha utilizada deve ser a do Fisco. A turma baseou-se no processo da Nissan, que pedia a revisão do método de apuração utilizado e aprovado pela turma em decisão…
X
- Insira Sua Localização -
- or -

Compartilhe

Pular para a barra de ferramentas