STJ nega extensão da imunidade tributária para empresa ocupante de imóvel público


A Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça negou o pedido da empresa Barcas S.A para não pagar o IPTU relativo ao ano 2000.

A decisão reformou o entendimento do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que havia estabelecido que a concessionária não seria responsável pelo pagamento.

STJ

X
- Insira Sua Localização -
- or -

Compartilhe

Pular para a barra de ferramentas