Valores de VGBL não integram herança e não se submetem à tributação de ITCMD


A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) estabeleceu que os valores a serem recebidos pelo beneficiário, em decorrência da morte do segurado contratante de plano VGBL, não integram a herança e, portanto, não se submetem à tributação pelo Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD). REsp 1961488

STJ

X
- Insira Sua Localização -
- or -
Compartilhe
Pular para a barra de ferramentas