CPMF: arrecadação x fiscalização

César Augusto Gomes Para 2007, o governo federal estabeleceu como um de seus principais objetivos tributários a prorrogação da vigência da CPMF para 31/12/2011, que acabará em 31/12/2007, visto necessitar dos R$ 40 bilhões gerados pela contribuição para cobrir o superávit primário, considerando que este governo, de Lula da Silva, é o mais gastador em despesas de custeio de todos os tempos. Com a assunção do não pouco polêmico Roberto…
Pular para a barra de ferramentas