Copa do Mundo, Olimpiadas e o Sistema Tributário Brasileiro


Muito se tem comentado ultimamente sobre o triunfo do Brasil em conquistar o patrocínio da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, dois eventos, sem dúvida de grandes proporções e altíssimos investimentos governamentais e de empresas nacionais e internacionais, que devem girar entre US$ 5 bilhões a US$ 10 bilhões. Daí nasce a grande pergunta: O Brasil possui um sistema tributário eficiente para enfrentar estes eventos? Segundo…
Pular para a barra de ferramentas