Representação comercial não pode ser considerada insumo para fins de créditos de PIS e COFINS

Nesta oportunidade analisaremos se as rubricas pagas por pessoas jurídicas fabricantes a titulo de representação comercial podem gerar créditos de PIS e COFINS na modalidade de insumos nos termos do art. 3° das leis 10.637/02 e 10.833/03. O foco deste artigo terá como base o apresentar ao leitor os riscos prováveis de autuação considerando o entendimento da Receita Federal sobre o assunto bem como o posicionamento do CARF, instancia administrativa…
Foto de perfil
Bacharel em Ciências Contábeis CRC 118568/O - RJ, Pós graduado em Direito e Planejamento Tributário, atua na área tributária desde 2011, tendo realizado a execução, planejamento e controle de todas as rotinas pertinentes aos impostos indiretos/diretos em indústrias de médio e grande porte. Atualmente trabalha com projetos voltados para área de tecnologia e internet, com conteúdo tributário e fiscal no Brasil e em outros Países. Linkedin: www.linkedin.com/in/jefferson-souza
X
- Insira Sua Localização -
- or -
Compartilhe
Pular para a barra de ferramentas