Tributação do Pecado

O Ministro da Economia Paulo Guedes, citou a possibilidade de aumento de tributos sobre produtos que causam mal á saúde, sendo eles: bebidas alcoólicas, cigarros e itens açucarados, chamando-o de “imposto do pecado”, mas já foi prontamente rechaçada pelo Presidente Jair Bolsonaro. Com as propostas existentes da Reforma Tributária, poderá haver majoração de imposto sobre bebidas e cigarros, apenas não há um nome definido, assim como foi definido pelo Ministro…
Foto de perfil
Advogada especialista em Previdência e Tributário. Pós graduada em Direito Tributário e membro da Comissão de Direito Tributário e Contábil de Piracicaba/SP.
X
- Insira Sua Localização -
- or -
Compartilhe
Pular para a barra de ferramentas