O COVID-19 e a fragilização do Estado de Direito Brasileiro

“Em direito, o meio justifica o fim, e não o fim justifica o meio”. Esse célebre frase já foi por muito pronunciada no STF, especialmente pelo Ministro Marco Aurélio Mello. Mas será que, em tempos de pandemia, essa “máxima jurídica” é observada? Será que, diante do que se tem vivenciado diuturnamente, nas ultimas semanas, os fins têm justificados as ações estatais (“meios”), em todos os seus níveis – federal, estaduais,…
Foto de perfil
Doutorando em direitos e garantias fundamentais (FDV-ES) Mestre em Direito (UFSC) Advogado Tributarista em Fortaleza/CE Membro do ICET - Instituto Cearense de Estudos Tributários Professor de Direito e Processo Tributários Especialista em Direito e Processo Tributários. Esp. em Direito e Processo Constitucionais. Esp. em Contabilidade Gerencial Pública e Privada. Bacharel em Direito e em Ciências Contábeis.
X
- Insira Sua Localização -
- or -
Compartilhe
Pular para a barra de ferramentas