Dividendos “isentos” são taxados em 34%

Se há algum assunto no Brasil em que todos são unanimes, é a necessidade de se repensar o sistema tributário, elevando-o à um patamar aceitável de maior simplicidade, transparência e equidade, para melhoria do ambiente de negócios no país. A ausência dessas características em nosso sistema produz diversas consequências negativas, como distorções distributivas em que situações equivalentes são tributadas de forma discrepante, redução da produtividade e da competitividade, tributação sobre…
Foto de perfil
Pós-Graduado em Direito Tributário pela Fundação Getúlio Vargas (FGV/Rio), com curso de Extensão Universitária em Competências Estratégicas para Alta Direção pela Fundação Dom Cabral e em Fusões e Aquisições (Business Valuation) pelo New York Institute of Finance. Sócio do escritório Furtado Nemer Advogados, é membro associado da Academia Brasileira de Direito Tributário (ABDT) e foi chefe do Departamento Jurídico da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo.
X
- Insira Sua Localização -
- or -
Compartilhe
Pular para a barra de ferramentas